Cabeçudo

quarta-feira, 5 de novembro de 2008


O licuri (Syagrus coronata) é o fruto de uma palmeira nativa do Brasil, presente principalmente na Região Nordeste e em Minas Gerais. A amêndoa e a polpa do licuri podem ser consumidas in natura e são usadas na fabricação de cocadas. Do licuri, se extrai também o óleo e o leite, ambos com aplicação na culinária.


O fruto é polivalente e prolixo. Tem mais de duas dezenas de nomes: alicuri, aricuí, butiá, butiazeiro, cabeçudo, coco-cabeçudo, coqueiro-aracuri, coqueiro-cabeçudo, coqueiro-dicori, dicori, dicuri, iricuri, licurizeiro, nicuri, oricuri, ouricurizeiro, uricuri, uricuriba, urucuri, urucuriiba e adicuri. Não entendo como um fruto tão pequeno pode ser tão ostensivo no uso de nomes, prenomes, sobrenomes e mais alguns apêndices.


O rei dos nomes reina também na seara das cocadas e dos licores. Na Bahia, o leite de licuri é bastante usado na gastronomia local. Assim como o coqueiro da praia (Cocus nucifera), o licuri produz óleo comestível, de ampla aceitação pela população do semi-árido nordestino.


Por fim, o licuri tem sido empregado na fabricação de barras de cereais, às quais, particularmente, sinto certa ojeriza. É o mesmo que comer um pedaço de papel, com uma leve insinuação de coisas gostosas que, afinal, nunca se revelam.

Comments

2 Responses to “Cabeçudo”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Denise disse...

Estou vendo seu novo blog hoje e e gostei muito, adorei a comparação entre o fruto maxixe e o ser do sexo masculino. Só não sei onde você encontra tempo pra tanta coisa! Bj.

5 de novembro de 2008 19:03
Redneck disse...

Denise, o tempo está por aí, é só segurá-lo pelos chifres e domá-lo. Quanto às comparações, volte sempre que você encontrará outras piadinhas do gênero. Seja bem-vinda também a esta casa, mais brasileira do que a outra. Beijo!

6 de novembro de 2008 04:11