Vintage

domingo, 22 de março de 2009


Dos sabores da minha infância, um dos que mais prezo e conservo, na memória gustativa e afetiva, certamente é o doce de gergelim da marca Istambul. O nome do doce é halawi, tradicional doce de gergelim originário do Oriente Médio.


Eu sou descendente de espanhóis e de sírios e, portanto, o apreço pelo doce de gergelim deve ter alguma ligação com esse fato. Também não consigo rastrear em que momento esse doce apareceu na minha casa e quem dele comentou para que se tornasse tão presente.

O halawi é feito com tahine (pasta espessa de gergelim) e açúcar. O que me traz o gosto do doce e da lembrança e, portanto, tema do post, é o fato de que algumas tradições, quando mantidas, nos fazem mais felizes do que mudanças que, de alguma forma, transformam o mundo em outro mundo que talvez tire a magia daquele mundo anterior no qual acreditávamos estar confortáveis.

Parece um exagero atribuir tanta responsabilidade a um simples doce. Mas, tenho meus motivos para acreditar que na época em que eu raspava obstinadamente o halawi diretamente da lata e consumia bocados daquela pasta endurecida, eu era muito mais feliz. Também mais doce.

Depois da infância adocicada pelo halawi Istambul, estabeleceu-se um hiato entre eu e a lata esverdeada dourada dos meus consumos pueris. Quando, em São Paulo, me deparei com a familiar embalagem, não acreditei. Pensava que, como outras pequenas referências proprietárias, aquela, em particular, havia sido eliminada pela indústria do, ãhn!, progresso.

Portanto, são anos a fio de consumo da pasta gordurosa e pesada. Sempre é um prazer degustar esse doce. Tanto pelo sabor quanto pela afetividade envolvida.

Comments

3 Responses to “Vintage”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Anônimo disse...

Eu nasci e cresci em São Paulo. Comia sempre nas casas das esfihas, Habib's, etc, e lá pedia um quadradinho de "raleu" pra terminar. Agora moro em Portugal e ainda não achei um restaurante árabe ou mercado que tenha o halawi... 6 anos de vontade de comer esse docinho :-)
Vou acabar pedindo pra família mandar pelo correio... :-D

9 de agosto de 2010 16:20
Anônimo disse...

Experimentem o halawi da marca Kamal. Este sim lembra os meus anos de infância.
Quando comparo com o da marca Istambu, percebo o quanto está distante do verdadeiro Halawi.

5 de agosto de 2011 20:10
Anônimo disse...

Amigo, desculpe mais habibis não é sinonimo de esfiha, esfiha é a feita em casa de arabes ! ok
saia fora do junkfood por favor !!!!

11 de novembro de 2011 16:52