Comida paulista - estradas

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009


Toda vez que viajo para o interior, passo no Posto Rodoserv Star. O que me encanta nesse local é a limpeza e o ar claro, perfeito para tomar um café espresso e comprar os pães e roscas da ótima padaria.


Poucas vezes comi os lanches do lugar. Mas, nunca deixo de levar pão para casa e, algumas vezes, também os doces - brasileiros, típicos como a paçoca, a cocada e o doce-de-leite; portugueses como o pastelzinho de Belém; ou árabes, com mel e amêndoas.

Antigamente, havia um magnífico pão espanhol. Infelizmente, não o fazem mais. Mas, os pães de centeio, de cevada e as roscas com recheios são maravilhosos.

Também não conheço o restaurante. O meu horário de viagem - entre 3 e 6 horas da manhã - não combina fisiologicamente com um jantar na madrugada. Em geral, paro apenas para um café rápido com, no máximo, um pão de queijo.

Quando viajei  - 19 de dezembro - e quando voltei - 5 de janeiro - passei pelo posto. O Rodoserv Star fica no Km 191 da Castelo Branco. Recomendo, tanto pela estrutura do local quanto pela disponibilidade de opções gastronômicas.

Comments

3 Responses to “Comida paulista - estradas”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Anônimo disse...

Bem vindo!!Não sabia que aí se comercializavam os "pasteis de Belém", que de Belém se generalizaram por todo o país em "pasteis de nata", ou "nata". Adoro!É, sem dúvida alguma, o meu pastel preferido. Isso quer dizer que afinal se visitar o Brasil vou ter o meu docinho preferido ao meu dispor...é sempre bom saber! Obrigada!

beijinhos

Ana

20 de janeiro de 2009 21:01
Redneck disse...

Ana!!!! Bem-vinda você!!! Achei que tivesse se olvidado dos blogs. Você conhece a escritora Ines Pedrosa? O livro "Nas Tuas Mãos" é o meu preferido. Mas, há um livro recente cuja história se passa no Brasil e o fato de você falar em visitar o Brasil me remeteu diretamente ao livro. Venha! Se você quer saber, creio que nas melhores padarias de São Paulo (de portugueses) é possível encontrar quase todos os doces daí. Beijo!

20 de janeiro de 2009 21:22
Anônimo disse...

Olá red:

Sim, conheço. Nunca li nada dela, mas não por falta de recomendação. Fazes-me falta é um livro que gostaria muito de ler. Vamos ver se encontro tempo para isso.

Quanto ao Brasil, ainda é sonho. Mas, tal como sonhos culinários, deixa-se fritar, bem fritadinho....até alourar e quem sabe se não se concretiza...

um beijinho enorme

Ana

26 de janeiro de 2009 12:00